Painel de notícias
 
Início
Tecnologia
Saúde
Negócios
Variedades
 
Contato
Indique
Incluir Notícia
Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019
 

World InsurTech Report 2019: seguradoras mantém o seu papel enquanto InsurTechs dominam a experiência digital dos consumidores - 09/10/19

Indique - Contato - Compartilhar:


A colaboração entre seguradoras e InsurTechs é essencial para atender à demanda dos clientes por serviços complementares, personalização e ofertas flexíveis

Paris, 8 de outubro de 2019 – O setor de seguros está enfrentando uma mudança estrutural no qual a colaboração efetiva com as InsurTechs é essencial para atender às crescentes expectativas dos clientes, de acordo com o World InsurTech Report 2019 (WITR) publicado pela Capgemini e Efma.

“À medida que o mercado de seguros evolui, as seguradoras vão além de seu papel tradicional de cobertura das perdas dos clientes para parceiros que identificam e preveem riscos, auxiliando nas necessidades de seguros e nas não relacionadas aos seguros”, afirmou Anirban Bose, CEO da Unidade de Negócios Estratégicos de Serviços Financeiros da Capgemini e membro do Conselho Executivo do Grupo. “Para aprofundar o relacionamento com os clientes, as seguradoras terão que colaborar mais com as InsurTechs que já estão dominando a experiência do cliente, aproveitando as tecnologias mais inovadoras e o uso de dados”.

“As seguradoras se beneficiarão de parcerias com as InsurTechs à medida que o mercado se tornar mais saturado”, disse Vincent Bastid, Secretário Geral da Efma. “Os dados mostram que as seguradoras e as InsurTechs estão ansiosas para fazer parcerias, o que acabará por beneficiar o cliente na forma de produtos e serviços mais avançados”.

O World InsurTech Report 2019 descreve um novo ecossistema de seguros como um mercado aberto, com base no desenvolvimento de novas experiências centradas nos clientes, em uma seleção estruturada de InsurTechs e em um mercado colaborativo. Os principais resultados incluem:

Quatro mudanças fundamentais no setor estão em andamento
O relatório descreve que o setor está evoluindo de quatro maneiras diferentes:
• Uma mudança do foco do produto para a experiência do cliente: 70% das seguradoras e das InsurTechs disseram que o foco em soluções holísticas de risco para os clientes era fundamental para estabelecer um mercado de seguros em seu estado futuro.

• A evolução dos dados como um ativo crítico: mais de 70% das seguradoras e InsurTechs disseram que os recursos avançados de gerenciamento de dados são críticos.

• Uma transição da propriedade de ativos para uma economia compartilhada: mais de 35% das seguradoras e InsurTechs já perceberam que o foco na propriedade compartilhada de ativos é fundamental.

• Parcerias com especialistas sobre a abordagem tradicional “Construir ou Comprar”: 90% das InsurTechs e 70% das operadoras tradicionais afirmaram que desejam colaborar entre si. Tanto as seguradoras quanto as InsurTechs têm um forte apetite por colaboração com outros setores, como prestadores de serviços de saúde ou empresas do setor de viagens, transporte e hospitalidade.

A maturidade digital está no topo das preocupações para as seguradoras, mas as aspirações não correspondem à realidade
Enquanto as seguradoras perceberam a importância dessas mudanças fundamentais, há uma lacuna significativa entre as expectativas e a atual maturidade digital. Por exemplo: 79% das seguradoras dizem que os recursos avançados de gerenciamento de dados são importantes, mas apenas 37% possuem uma estratégia concreta de transformação digital. Da mesma forma, mais de um terço (37%) afirmou que a propriedade compartilhada de ativos é crítica, enquanto apenas 11% estão aproveitando a arquitetura aberta para estabelecer parcerias com outros players do setor.

Colaboração e parceria devem ser priorizadas
Algo como 68% das seguradoras dizem que as parcerias são críticas, porém apenas 32% estão colaborando com parceiros do ecossistema para fornecer serviços de valor agregado. Afinal, um ecossistema digitalmente integrado oferecerá suporte às experiências personalizadas em tempo real exigidas pelos clientes. Essa integração digital será fundamental para as seguradoras, pois os clientes esperam mais comodidade e serviços perfeitos. Embora as parcerias ajudem claramente a atender às suas necessidades, ainda há muito a ser feito. Menos de 40% das seguradoras existentes desejam construir uma infraestrutura de tecnologia pronta para colaboração aberta com as InsurTechs, enquanto mais de 60% das startups desejam trabalhar com as seguradoras para criar uma base sólida.

Aqueles que evoluírem para o patamar de “Seguradoras Inventivas” estarão em melhor posição para o sucesso
O relatório determina que o sucesso no mercado futuro depende muito da capacidade das seguradoras evoluírem para um perfil de “seguradoras inventivas”. Isso exigirá o aprimoramento de sua maturidade digital e a agilidade, além de ingressar em um ecossistema aberto para fornecer ofertas digitais baseadas na experiência por meio de uma colaboração eficaz com a InsurTechs. Uma “Seguradora Inventiva” bem-sucedida usará plataformas abertas para melhor desenvolver maneiras inovadoras de garantir que o cliente permaneça no centro de seus negócios.

Metodologia do relatório
O World InsurTech Report (WITR) 2019 cobre todos os três amplos segmentos de seguro: seguro de vida, “o que não é seguro de vida” e saúde. O relatório deste ano baseia-se em insights de pesquisa de duas fontes principais – pesquisas e entrevistas com empresas de seguros tradicionais e empresas InsurTech. Essa pesquisa primária abrange ideias de mais de 75 executivos em 20 mercados: África do Sul, Alemanha, Austrália, Bélgica, Brasil, China, Cingapura, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Índia, Israel, Itália, Japão, Reino Unido, Suécia, Suíça e Turquia.


Sobre a Efma
Uma organização global sem fins lucrativos, criada em 1971 por bancos e seguradoras, a Efma facilita o trabalho em rede entre os tomadores de decisão. Ele fornece informações de qualidade para ajudar bancos e companhias de seguros a tomar as decisões corretas para promover a inovação e impulsionar sua transformação. Mais de 3,3 mil marcas em 130 países são membros da Efma. Com sede em Paris, a entidade possui escritórios em cidades como Londres, Bruxelas, Estocolmo, Bratislava, Dubai, Milão, Montreal, Istambul, Pequim, Tóquio e Cingapura.
Visite http://www.efma.com


Sobre a Capgemini
Um dos líderes globais em consultoria, serviços de tecnologia e transformação digital, a Capgemini se mantém na vanguarda da inovação, para apoiar seus clientes, de maneira abrangente, em oportunidades de nuvem, tecnologias digitais e plataformas, que estão em constante evolução. Com base em nosso sólido patrimônio de 50 anos e no profundo conhecimento específico em indústrias, apoiamos organizações na concretização de suas ambições de negócios, por meio de uma completa gama de serviços que cobrem desde a estratégia até a operação. A Capgemini tem a convicção de que o valor da tecnologia para os negócios vem das pessoas e por meio delas. Somos uma empresa multicultural de 200 mil profissionais, distribuídos em mais de 40 países. Em 2018, o Grupo Capgemini reportou uma receita global de 13,2 bilhões de euros.
Visite-nos em http://www.capgemini.com/br-pt/. People matter, results count.



Indique esta notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Nome indicado

E-mails dos indicados (separados por vírgulas)

Mensagem (opcional)

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Entre em Contato com o responsável pela notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Voltar
Envie arquivos
Agenda

Copyright © 2008 JORNOW. Todos os direitos reservados