Moda infantil
 
Início
Tecnologia
Saúde
Negócios
Variedades
 
Contato
Indique
Incluir Notícia
Quarta-Feira, 16 de Janeiro de 2019
 

Mais da metade dos profissionais receberam aumento acima da inflação, revela pesquisa - 10/01/19

Indique - Contato - Compartilhar:


Mais da metade dos profissionais receberam aumento acima da inflação. É o que revela recente o levantamento realizado pelo PageGroup, líder global em recrutamento executivo. De acordo com o Guia de Salários PageGroup 2019, foi registrado ganho real salarial em 51% dos cargos avaliados em relação ao mesmo estudo do ano passado. Os casos de reposição salarial ou manutenção representaram 35% dos cargos enquanto aqueles que registraram queda somaram 14% das posições. Dos 513 cargos analisados, os que apresentaram os maiores acréscimos na remuneração foram Business Partner (RH), com 40%; Analista de Expansão (Saúde e Life Science), 40%; e Gerente de Operações (Supply Chain & Operações), 35%.

“A previsão de crescimento do PIB gera confiança no mercado a curto e médio prazo. Esse sentimento é crucial para as empresas decidirem investir em suas operações no Brasil, e isso passa pela valorização do capital humano. As companhias que pretendem crescer nos próximos anos sabem que parte desse investimento terá de ser feito no time de colaboradores, os responsáveis diretos pela criação e execução das estratégias da empresa. Alguns setores, como infraestrutura, construção civil e a indústria de um modo geral, começam a mostrar sinais de recuperação. Esses indicadores ajudam a explicar em parte a melhora na folha de pagamento dos executivos brasileiros”, explica Gil van Delft, presidente do PageGroup no Brasil.

Além do tradicional mapeamento de salários, neste ano o PageGroup entrou em contato com cerca de 6 mil profissionais de todo o Brasil para entender quais são suas reais impressões sobre o mercado atual. Os executivos consultados ocupam cargos que vão desde posições de suporte à gestão (Page Personnel) até alta e média gerência (Michael Page). A empresa procurou entender como os profissionais exergam sua carreira, a possição do empregador no seu desenvolvimento profissional e outros fatores que completam a remuneração.

Para elaborar o estudo, o PageGroup consultou neste ano 6 mil profissionais de todo o Brasil para entender quais são suas reais impressões sobre o mercado atual. A partir dessa consulta, a companhia conseguiu traçar a remuneração mensal de 513 cargos em 14 setores (Engenharia & Manufatura, Supply Chain e Operações, Varejo, Vendas, Marketing & Digital, Tecnologia da Informação, Jurídico, Saúde & Life Science, Financeiro & Tributário, Seguros, Bancos e Serviços Financeiros, Recursos Humanos, Imobiliário e Construção e Secretarial & Business Support). Os cargos foram listados em faixas salariais mensais que variam de acordo com a experiência do profissional (júnior, pleno, sênior ou coordenador) e porte da empresa (pequeno, médio ou grande).


13 de 14 setores estão com remunerações em alta ou estáveis

De acordo com o Guia de Salários PageGroup 2019, quase que a totalidade dos setores pesquisados apresentaram mais cargos com alta ou manutenção da média salarial quando comparado com o levantamento anterior. A exceção ficou por conta do segmento Imobiliário e Construção, o mais afetado pela queda salarial, registrada em 46% dos cargos.

Também foi feita a análise dos cargos por setor para entender o percentual de profissões contempladas pela remuneração em alta ou estável:

Jurídico, RH e Secretariado e Business Support – 100%
Supply Chain e Operações e TI – 96%
Financeiro e Tributário – 95%
Varejo, Bancos e Serviços Financeiros – 91%
Vendas – 87%
Engenharia e Manufatura – 85%
Saúde e Life Science – 81%
Marketing & Digital – 77%
Seguros – 60%
Imobiliário e Construção – 54%

Remuneração por áreas
Engenharia e Manufatura
As remunerações dessa área demonstraram um aumento considerável quando comparado com os últimos anos.

O ano começou bem para as indústrias de diversos segmentos, como Químico, Agronegócio e Energia. A preocupação com causas ambientais entrou em pauta e não deve sair tão cedo, já que as empresas buscam cada vez mais excelência e responsabilidade social em seus produtos e serviços. No entanto, após a última greve geral dos caminhoneiros, o momento foi de cautela e as contratações foram congeladas.

Para 2019, a perspectiva é de que o crescimento seja mais uniforme e contínuo, o que traz uma estabilidade estratégica para as corporações. Esse cenário permite projeções de crescimento e investimentos mais realistas, com a possibilidade de grandes projetos.

Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 41%
Cargos que tiveram estabilidade 44%
Cargos que tiveram queda 15%

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Gerente de Manutenção: 13%
Analista e Gerente de Qualidade: 3%
Gerente de EHS: 12%


Supply Chain & Operações
É possível observar que Compras e Supply Chain assumem um papel de protagonismo dentro das corporações, sendo um dos responsáveis por redução de custos e, também, pela satisfação do cliente quando o tema é atendimento.
Nota-se que as empresas se preparam mais estrategicamente para 2019, com a exigência de profissionais mais preparados e que falem inglês fluentemente.

Do outro lado, o Brasil entra na mira de investidores estrangeiros, mesmo em um cenário político mais conturbado. “É inegável que as posições para Operações exigem cada vez mais idiomas diversos, o que se tornou ponto diferencial dos candidatos. Muitos profissionais de Logística não falam inglês fluentemente, e isso pode ser um impeditivo para progressão na carreira”, conta Gil.

Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 34%
Cargos que tiveram estabilidade 62%
Cargos que tiveram queda 4%

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Gerente de Operações: 35%
Gerente e Diretor de Compras: 22%

Varejo
O momento do setor é disruptivo e assim deve-se manter em 2019. A transformação digital acelera e passa pelo e-commerce, pelas formas de pagamento sem intervenção humana e pelo conceito de compras autônomas, além da ascensão dos multicanais e da personalização de produtos e serviços de acordo com a preferência do consumidor final.

As experiências das lojas físicas ficaram muito mais assertivas com o auxílio da tecnologia e a utilização de ferramentas como o Big Data e a avaliação de mapa de calor. É possível enxergar uma verdadeira revolução no relacionamento entre clientes, fornecedores e vendedores – a forma de consumir já mudou e tende a ser cada vez mais efetiva, personalizada e diferente para cada ser humano.

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Coordenador e Gerente de Omnichanel: 10%
Gerente de Operações: 8%

Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 56%
Cargos que tiveram estabilidade 35%
Cargos que tiveram queda 9%

Vendas
Tanto as vendas B2B quanto B2C passaram por mudanças consideráveis em 2018. Muitas empresas tecnológicas vieram para o Brasil, implicando em menor utilização de parceiros e representantes de vendas. Foi verificado um movimento de venda direta de novas tecnologias, principalmente das relacionadas à segurança cibernética, motivadas pela implementação da nova lei de proteção de dados.

“Em 2019, a tendência é de que as empresas se estruturem de acordo com a tecnologia e passem a se preocupar ainda mais com a segurança de dados e com o compliance. Também é possível apostar em uma melhora significativa nos setores automotivo e de infraestrutura, outrora tão prejudicados pela crise”, avalia Gil.

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Gerente de Contas: 11%
Diretor de Vendas: 10%
Analista de Desenvolvimento de Negócios: 4%
Gerente de BD: 4%

Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 70%
Cargos que tiveram estabilidade 17%
Cargos que tiveram queda 13%

Marketing & Digital
Quando o tema em destaque é o Marketing, percebe-se a mudança na busca por profissionais. Já foram os mais procurados candidatos com perfil generalista e formação mais humanística. Agora os profissionais mais requisitados são aqueles que possuem esferas mais analíticas e especialistas em suas áreas de atuação.

Cargos que eram desconhecidos há pouco tempo acabaram se tornando comuns. E para 2019 as expectativas não são diferentes: as chamadas novas posições virão com tudo. Destaque para a área de experiência do usuário e performance de mídia.

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Analista e Gerente de Performance: 15%
Gerente de Transformação Digital: 10%
User Experience: 10%

Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 37%
Cargos que tiveram estabilidade 40%
Cargos que tiveram queda 23%

TI

O avanço da tecnologia e o surgimento das empresas “tech”, puxadas principalmente pelas startups, deixou o mercado de TI aquecido no Brasil. Destaque para o aumento no número de posições disponíveis para a área de desenvolvimento, principalmente em empresas de e-commerce e fintechs.

Para 2019, espera-se o crescimento de projetos e consequente maior volume de vagas para a área de Tecnologia, primordialmente nas companhias que estão passando pela transformação digital, assim como a valorização dos profissionais de dados, englobando analytics, ciência de dados e business intelligence.

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Analista de BI: 19%
Cientista de Dados: 12%
Desenvolvedor Backend, Frontend e Mobile: 12%

Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 41%
Cargos que tiveram estabilidade 55%
Cargos que tiveram queda 4%


Jurídico

Direito Contencioso foi a área onde foi notado o aumento de demandas e um menor volume de operações financeiras, o que diminui a necessidade de profissionais de M&A e do Direito Bancário, por exemplo.

Para o próximo ano espera-se a continuidade do aumento na busca de profissionais especialistas em remessas externas e, principalmente, em Compliance. Muitas empresas continuam cuidando de sua reputação, se preocupando não só com características técnicas como também com os valores comportamentais dos candidatos.

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Advogado Contencioso: 4%
Advogado de Compliance: 4%
Gerente Jurídico Corporativo: 3%


Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 35,5%
Cargos que tiveram estabilidade 64,5%
Cargos que tiveram queda X%


Saúde e Life Science

Para os próximos meses, haverá constante melhora no setor farmacêutico com o lançamento de novos produtos e a expansão de algumas áreas. Mais investimentos também devem entrar na agenda dos executivos das grandes e médias empresas. Assim, a qualidade será diferencial e importante fator de preocupação por parte de gestores.

Esse cenário propicia um aumento nas vagas para o setor de vendas – embora, por ter uma baixa retenção, esta área sempre demande maior esforço de contratação por parte das empresas de saúde. Além disso, as chamadas áreas de acesso também estarão em voga por serem diretamente impactadas pela expansão das corporações.

Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 44%
Cargos que tiveram estabilidade 37%
Cargos que tiveram queda 19%

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Analista de Expansão: 40%
Gerente de Qualidade: 26%
Gerente Médico: 25%

Financeiro & Tributário

Em situações de crise, as empresas costumam olhar para dentro e fazer movimentações que priorizem diminuição de custos e combate ao baixo rendimento, o que aconteceu até 2017. Neste ano, esse cenário foi estabilizado e a preocupação com as estruturas e investimentos voltou à tona.

A tendência do ano seguinte é de que as corporações e gestores atuem ainda mais na estruturação estratégica de seus times financeiros, visando investimentos e um crescimento responsável e efetivo. É importante salientar que as projeções para o setor nos próximos meses são bastante positivas, mesmo que não seja a ideal.

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Gerente de Planejamento Financeiro: 24%
Controladoria: 20%
Analista e Gerente de Tesouraria: 20%


Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 58%
Cargos que tiveram estabilidade 37%
Cargos que tiveram queda 5%


Seguros

O mercado segurador acaba recorrendo ao serviço de recrutamento especializado geralmente para buscar profissionais mais técnicos ou com perfis diferentes dos que são facilmente encontrados. Em 2018 o setor de seguros passou por grandes aquisições e fusões e, em 2019, pode ocasionar algumas reestruturações importantes nas organizações, com mudanças estratégicas que acompanhem o mercado.

Com expansão de estruturas organizacionais, as seguradoras continuam valorizando profissionais que pensem “fora da caixa”, que sejam ligados à tecnologia e à otimização de processos. Já as corretoras passam a olhar para funções mais dinâmicas e voltadas para novos negócios, com o perfil mais hunter. Por sua vez, o mercado de Resseguros, ainda em estágio embrionário no Brasil, continua com grande potencial de expansão e negócios, embora mantenha estruturas mais enxutas.


Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 50%
Cargos que tiveram estabilidade 10%
Cargos que tiveram queda 40%


Bancos & Serviços Financeiros

Os serviços financeiros estão na dianteira da digitalização. Os produtos, a forma de aquisição dos serviços e a sua utilização não são mais os mesmos, assim como sua comercialização e as estruturas das companhias.

De fato, a tecnologia é a maior responsável pelas mudanças no setor. Organizações e departamentos que, antigamente, exigiam o terno e gravata, atualmente liberam (e incentivam) o uso de bermuda e camiseta. Produtos financeiros que só existiam para grandes investidores por meio dos bancos de investimentos passaram a ser acessíveis para qualquer pessoa que tenha um smartphone.

Dessa forma, o que é esperado dos profissionais de finanças e bancos também mudou. Uma mentalidade mais direcionada ao negócio é mais do que valorizada, seja ao trazer resultados ou ao gerar formas de viabilizar o mesmo.
O conhecimento em produtos inovadores e em inteligência artificial aplicada ao
Negócio é fundamental para quem deseja avançar na carreira. Portanto, profissionais com essa visão certamente terão oportunidades incríveis em um mercado que não para de crescer em número de fintechs, criptomoedas e bancos digitais. Do outro lado, profissionais e instituições bancárias que não se adaptarem, certamente enfrentarão tempos mais difíceis.

Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 75%
Cargos que tiveram estabilidade 16%
Cargos que tiveram queda 9%

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Gerente de Captação: 25%
Analistas e Executivos de Vendas: 9%
Gerente de Parcerias e Canais: 9%

RH

Essa área ficou marcada pelo menor número de vagas abertas. A posição de Business Partner foi uma das mais buscadas e com maior importância para os negócios de diversos setores.

Em 2019 espera-se a melhora do cenário econômico e consequente maior número de contratações, o que impacta diretamente o departamento de Recursos Humanos. Os profissionais estarão com mais foco em planejamentos estratégicos e em planos de negócios.

Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 77%
Cargos que tiveram estabilidade 33%
Cargos que tiveram queda X

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Business Partner: 40%
Aquisição de Talentos: 20%
Employer Branding: 15%


Imobiliário & Construção

O mercado da construção civil foi um dos que mais sofreram com a crise entre 2015 e 2018. Apesar das boas perspectivas para os próximos meses, o setor ainda não apresenta um volume relevante de projetos em andamento. Ainda assim, alguns segmentos prometem se destacar em 2019, como o de energia, o residencial econômico e o de facilities.

Quando olhamos para incentivos estatais, como é o caso do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) com o setor privado, a área de infraestrutura receberá um pacote de concessões de aproximadamente R$150 bilhões em investimentos. Se essa projeção se concretizar, o volume de contratações pode ser bem superior ao esperado, já que grandes projetos requerem um grande número de posições e profissionais qualificados.


Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento 55%
Cargos que tiveram estabilidade X
Cargos que tiveram queda 45%


Secretariado & Business Support

As funções de secretariado e de suporte ao negócio são de extrema importância para a engrenagem de qualquer empresa, auxiliando diretamente no correto funcionamento das áreas. Nos últimos anos, notou-se que as companhias redefiniram o papel desses cargos de assistência, passando do atendimento exclusivo para a modalidade pool – um grupo de profissionais atendendo a diversos executivos, sem um foco principal.

No entanto, o resultado foi pouco produtivo para o desenvolvimento de carreira dos assistentes, gerando pouca assertividade no dia a dia, principalmente em tarefas que exigiam maior conhecimento do negócio. A partir de agora, é possível observar que o atendimento exclusivo é fundamental para algumas senioridades de liderança, que voltaram a buscar profissionais mais experientes e bilíngues para um atendimento personalizado, inclusive envolvendo os profissionais em grandes projetos e outras funções, como a de office manager, por exemplo.

Cargos que tiveram maiores aumentos salariais:

Office Manager: 18%


Remuneração Média
Cargos que tiveram aumento X
Cargos que tiveram estabilidade 100%
Cargos que tiveram queda X


Sobre o PageGroup:
PageGroup é referência mundial em recrutamento especializado de profissionais em todos os níveis de uma organização para vagas permanentes, temporárias, terceirizadas, estágios, trainees e projetos massificados. Fundado na Inglaterra em 1976, é reconhecido pela experiência de seus consultores e pela qualidade de seus serviços.
Com ações na bolsa de valores de Londres, o PageGroup conta com uma estrutura global, que garante resultados de alto nível.

INFORMAÇÕES DE IMPRENSA
Conteúdo Comunicação

Ricardo Morato (ricardo.morato@conteudonet.com)
Tel. (11) 5056-9844/ Cel. (11) 98799-5868

Weldher Rodrigues (weldher.rodrigues@conteudonet.com)
Tel. (11) 5056-9823/ Cel. (11) 94149-1497




Indique esta notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Nome indicado

E-mails dos indicados (separados por vírgulas)

Mensagem (opcional)

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Entre em Contato com o responsável pela notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Voltar
Loja online roupas infantis
Agenda

Copyright © 2008 JORNOW. Todos os direitos reservados