Notícias de eventos culturais, lançamentos etc.
 
Início
Tecnologia
Saúde
Negócios
Variedades
 
Contato
Indique
Incluir Notícia
Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019
 
...
...

‘Ciência deve dialogar com outros saberes’, acredita Boaventura de Sousa Santos - 12/06/19

Indique - Contato - Compartilhar:


Autor educação homenageado pela Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto diz que o ensino científico “deve ser humilde para reconhecer que não é o único”

Ribeirão Preto (SP) – 12 de junho de 2019 - Criador do conceito de “Ecologia dos Saberes”, o sociólogo e pesquisador português Boaventura de Sousa Santos, autor educação homenageado pela 19ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, fez na noite de terça-feira (11), a conferência de abertura do Seminário de Educação IEA – RP – Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, que prossegue nos dias 12 e 13 de junho.

Para Boaventura, é preciso ampliar o foco de ciência para além dos muros das universidades e centros de pesquisa. “O ensino científico deve ser humilde para reconhecer que não é o único. Há conhecimentos populares riquíssimos, que nunca chegam à universidade. A maioria da população, mais de 90%, faz de seu saber, de seu conhecimento de vida, um conhecimento válido”, afirmou.
O sociólogo acredita que todo conhecimento deve ser valorizado. “Claro que se eu quiser ir à lua, precisarei de conhecimento científico, mas para conhecer o bioma da Amazônia, o conhecimento indígena terá muito mais a acrescentar”, comparou. Em sua palestra, Boaventura lembrou que nunca se produziu tanto conhecimento em ciências humanas e sociais como agora, mas que, paradoxalmente, o mundo está pior, com aumento das desigualdades, ameaças ao meio ambiente e retrocessos na educação – “no mundo todo, não apenas no Brasil”, reforçou. “Assim, temos que investir em outros conhecimentos, levá-los para as escolas, para as universidades. Não se trata de um movimento anticientífico, mas de se ter a humildade de reconhecer outros saberes.”

Sociologia e rap
Boa parte do pensamento do sociólogo ganha vida por meio do rap. Aluno de Boaventura durante seu doutorado na Universidade de Coimbra, o rapper brasileiro Renan Inquérito – que também se apresentou na noite de terça-feira, no Theatro Pedro II -, é quem transforma a obra do português pela batida ritmada do rap. Juntos, realizam diversas atividades, entre elas a produção de resumos de aulas em forma de rap. O resultado desta experiência pode ser visto nas letras de Inquérito com base nas principais teorias de Boaventura, publicadas no livro “Na Oficina do Sociólogo Artesão”.
Os dois trabalham, ainda, na adaptação para um espetáculo unindo ópera e rap, baseado no livro “Rap Global”, de Boaventura, que teve sessão de autógrafos de seu relançamento no encerramento da palestra na Feira do Livro.

19ª Feira Nacional do Livro
A 19ª Feira Nacional do Livro acontece entre os dias 9 a 16 de junho de 2019, em Ribeirão Preto (SP). Trata-se de uma das maiores programações culturais do país e neste ano traz o tema “Entre Uma História e Outra, Uma Nova História – Um Mundo Melhor para Todos. Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” que embasa a tônica de todos salões de ideias, conferências, palestras, mesas-redondas, oficinas, exposição de filmes, shows, espetáculos infantis, performances, contações de histórias, entre outras atividades. São planejadas mais de 330 atrações culturais totalmente gratuitas com nomes referências nas esferas literária, educacional e cultural.

Homenageados
Como em todos os anos, a 19ª Feira Nacional do Livro fará homenagem a um país – e o escolhido foi a Suécia. Quanto aos autores celebrados, o escritor principal é Ignácio de Loyola Brandão; o autor educação é Boaventura de Sousa Santos; a autora infantojuvenil é Heloisa Prieto; autor local, Gilberto Andrade de Abreu e a professora homenageada, Amini Boainain Hauy. O patrono desta edição é o empresário Luiz Octávio Junqueira Figueiredo.

Realização
O Ministério da Cidadania, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Prefeitura Municipal, Alta Mogiana, GasBrasiliano, Tanger e Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto apresentam a 19ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto com Patrocínio Ouro: Alta Mogiana - Açúcar, Etanol e Energia; GasBrasiliano e Tanger. Patrocínio Prata: Ambient, Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto, Passalacqua, Grupo São Francisco e Savegnago Supermercado. Patrocínio Bronze: Grupo Maubisa, Pedra Agroindustrial, RibeirãoShopping e Riberdoces. Patrocínio: ACIRP - Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto, Madeiranit e Grupo Via Brasil. Instituição Cultural Parceira: SESC - Serviço Social do Comércio. Parceria Cultural Fundação Dom Pedro II e Theatro Pedro II, Colorado John Deere, Imma Escola de Design, Santa Helena, Senac - Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, Sesi – Serviço Social da Indústria, Grupo Thathi de Comunicação. Apoio Cultural: Consulado Geral da Suécia em São Paulo, Centro Universitário Barão de Mauá, Centro Universitário Moura Lacerda, Ecofalante, Superintendência de Gestão Ambiental, Heurys Tecnologia, IEA – Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, Shopping Iguatemi – Ribeirão Preto, Monreale Hotel Ribeirão Preto, NW3 Comunicação, Protécnica – Proteção Individual Técnica, Rodonaves, Usina São Martinho, Unaerp – Universidade de Ribeirão Preto, Verbo Nostro Comunicação Planejada, Sistema Clube de Comunicação, EPTV, Rádio CBN, Record TV e SBT. Apoio: Secretaria Municipal da Cultura, Secretaria Municipal da Educação, Secretaria Municipal de Turismo, Teatro Municipal de Ribeirão Preto, Centro Cultural Palace, Diretoria de Ensino Região de Ribeirão Preto, Câmara Municipal de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto - Convention & Visitors Bureau, Brasil Convention & Visitors Bureau, Fundação Educandário, Colégio Marista, Biblioteca Padre Euclides, OAB, Sincovarp - Sindicato do Comércio Varejista de Ribeirão Preto, Macboot, Grupo Utam, ALMA – Academia Livre de Música e Artes, IPCCIC – Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais, Instituto Ribeirão 2030, Recicla Bytes, Tonin Superatacado, Coderp, Daerp, Transerp, Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar. Realização Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, Prefeitura Municipal, Governo do Estado de São Paulo - Secretaria da Cultura e Economia Criativa, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania, Brasil – Governo Federal.

Sobre a Fundação
A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país, realizada tradicionalmente no mês de junho. Com uma trajetória sólida e projeção nacional e internacional, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura com calendário de atividade durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do Proac.

Atendimento à Imprensa

Contato – (16) 3632-6202 / 3610-8659
Jornalistas responsáveis:
Luciana Grili (16) 99152 2707 - luciana@verbo.jor.br
Andrea Berzotti (16) 99138 6185 - andrea@verbo.jor.br
Valter Jossi Wagner (16) 99152 2700 - valter@verbo.jor.br
Colaboração:
Juliana Castro - pauta@verbo.jor.br
Angelo Davanço e Gabriel Todaro - redação@verbo.jor.br



Indique esta notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Nome indicado

E-mails dos indicados (separados por vírgulas)

Mensagem (opcional)

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Entre em Contato com o responsável pela notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Voltar
Envie arquivos
Agenda

Copyright © 2008 JORNOW. Todos os direitos reservados